dificuldade em receber elogios

Dificuldade em receber elogios pode parecer um tema inútil para se discutir e talvez um probleminha sem muita importância. Mas você verá a seguir o que essa dificuldade não resolvida pode estar causando na sua vida e que talvez você nunca tenha pensado que é este o motivo.

Vamos lá! Aperte o play que vai ficar mais bacana!

Domingo, 12 de novembro de 2017, por volta das 18h, deitada no sofá assistindo a segunda temporada de Stranger Things, logo depois que voltei do Femtesp, um evento de empreendedorismo que aconteceu na Fiesp na Av. Paulista. Recebo uma solicitação de conexão no Linkedin junto com uma mensagem interessante. Maria, do Rio de Janeiro, empreendedora, palestrante e consultora de gestão comercial, solicitou a conexão comigo na rede e escreveu assim para mim:

Oi Laíze, tudo bem?
Te sigo aqui há uns dois meses e me tornei uma super fã do seu conteúdo.
Tenho uma “limitação” pessoal, nada sério, mas que eu queria compartilhar com você. O assunto tem tudo a ver com o seu trabalho e pode até virar um post ou artigo. Vou te mandar inmail porque aqui não cabe!

Oi Laíze, obrigada por me aceitar. Então… leio quase tudo o que você posta e assisto seus vídeos também. Ainda não li o livro, mas está na minha lista…rs! E o meu motivo de falar com você é que eu tenho uma dificuldade muito grande de lidar com elogios. Eu não sei o que acontece, mas quando alguém me elogia publicamente, eu travo pra agradecer, pra retribuir, pra me movimentar…enfim, eu não consigo ser gentil. Acho que é porque eu sempre observei de forma muito crítica os “bajuladores” e quando eu estou na posição de ser elogiada, eu não consigo distinguir se o elogio é de coração ou de bajulação. E aí eu não consigo agir naturalmente… entende? Se você gostar do assunto e tiver algumas dicas pra essas situações, vou adorar saber sua opinião.

Bom, em primeiro lugar tenho que dizer que adorei a mensagem da Maria por saber que ela gosta do meu conteúdo e que se sentiu à vontade para compartilhar comigo uma dificuldade. Inclusive, ela me deu autorização para eu falar publicamente sobre esse assunto com base em sua história.

Em segundo lugar, eu pensei: caramba, eu também já passei por isso, já me senti “travada” e tive dificuldade em receber elogios, na verdade às vezes ainda tenho, e isso significa que muitas outras pessoas devem ter histórias parecidas. E por isso resolvi trazer esse tema para cá.

Mas antes de escrever este artigo, nós conversamos por mais ou menos 40 minutos via mensagem privada no Linkedin e eu dei algumas dicas práticas para ela começar a ver o elogio de uma forma diferente, assim como tomar atitudes mais gentis. Então, aqui vão os três conselhos que dei a Maria + alguns detalhes inspirados na conversa que tivemos.

3 conselhos para quem tem dificuldade em receber elogios

 

1. Comece simplesmente agradecendo a cada elogio recebido. Por mais simples que ele seja, dê atenção ao momento, olhe nos olhos da pessoa que elogia. Se for uma conversa virtual, de mensagens instantâneas sem “olho no olho”, faça questão de se concentrar no momento e dar toda atenção que você puder. Imagine que você está frente a frente com essa pessoa que te elogia. Como você poderia agir de maneira positiva?

2. Se a conversa se estender, pergunte o que mais chamou a atenção e o que a pessoa mais gostou que a motivou lhe dar os elogios. Continue agradecendo e diga o quão importante é receber feedbacks verdadeiros. Afinal, é assim que também somos capazes de nos aperfeiçoar em tudo o que fazemos.

3. Aproveite toda oportunidade para exercitar a gratidão e não se preocupe se o elogio for falso. Pois se assim for, o problema não é seu, mas sim de quem age com falsidade. Não gaste tempo em tentar adivinhar a intenção do outro, mas sim com o que você pode fazer para continuar transformando a vida das pessoas. Enquanto a falsidade, a covardia e a desonestidade do outro não te colocar em perigo real, os males serão colhidos apenas por ele, pois com certeza ele está cheio de problemas para resolver consigo mesmo, como inveja, frieza, falta de empatia, mania de perseguição etc, e isso deve causar muito sofrimento interno.

Merecimento e reconhecimento

Além dessas três dicas, eu comentei com a Maria que eu já tive o sentimento péssimo de não me sentir merecedora de reconhecimento. Clientes que enviam mensagens maravilhosas de agradecimento mostrando satisfação pelos resultados obtidos e eu já respondi algo como: “De nada, querida, mas eu não fiz nada demais, esse é o meu trabalho”. Olha eu aí o alerta piscando da dificuldade em receber elogios

Sim, é o meu trabalho. Mas aí eu me lembro que o meu propósito é justamente inspirar, emocionar e tocar o coração das pessoas e que, por isso, escolhi um trabalho capaz de tornar meu propósito em algo prático, tangível e que transcenda a cada dia. Aí, vem uma sucessão de associações. rs. Lembro também que justamente o reconhecimento é um dos motores propulsores da nossa motivação. E isso me faz lembrar de uma frase que adoro do Mario Sérgio Cortella:

“Reconhecimento é a melhor forma de estimular alguém”

 

Então perceba o perigo que é não resolver a dificuldade em receber elogios. É como um ciclo vicioso e que pode ser o motivo de muitas das suas angústias:

. Você tem dificuldade em receber elogios

. Porque não se sente merecedor ou fica achando que o elogio é falso

. Aí você gasta seu tempo com pensamentos inúteis tentando analisar a intenção do outro

. Daí, você não internaliza o elogio, por mais que ele seja verdadeiro, e nunca acha que tem o reconhecimento merecido

. Você sabe na teoria que o “Reconhecimento é a melhor formar de estimular alguém”

. Mas não consegue aceitar o estímulo externo, que é importante para cultivarmos a motivação constante, e então você não sai do lugar e continua com dificuldades em receber elogios.

Vamos quebrar esse ciclo agora!

Eu e Maria continuamos nossa conversa, ela me enviou mensagens de elogios e deu várias ideias bacanas para produzir novos temas de conteúdo. Como exemplo de rompimento do ciclo, eu recebi, internalizei, exercitei a gratidão e agora estou externalizando para te inspirar e estimular a abraçar com carinho e força o reconhecimento que você merece. Veja um trecho da mensagem da Maria:

Uau! Três conselhos simples e poderosos, que eu “dentro da caixa” não conseguia enxergar. Nossa, muito obrigada de verdade! Achei que vc nem daria atenção pra minha conversa… rs

E agora receba um elogio sincero… seu conteúdo faz transformações de verdade na vida das pessoas, tá? Torço pra que você alcance mais gente, pra poder transformar o mundo (aos pouquinhos, claro)…rs. E você pode criar uma seção destinada a responder as pessoas… por vídeo fica bem legal!

Mas ó, super obrigada mesmo! você foi super gentil e vai me ajudar a superar essa dificuldade enorme que tenho. Pode me marcar sim e eu vou comentar agradecendo qdo vc postar =) Gostei muito do conselho e te agradeço de novo. Um grande beijo!

Obrigada, Maria!

Agora você vê o poder transformador da Gentileza. Eu simplesmente dei atenção a Maria e ela iluminou minhas ideias, ou melhor, ela mesma enviou ideias brilhantes e bem específicas. Ela é a criadora dessa pauta. Ela teve a coragem de vir me pedir conselhos e teve a visão de ajudar outras pessoas com esse assunto. Graças a Maria, estou aqui compartilhando essa experiência e que a partir de agora vou transformá-la em uma seção destinada a responder pessoas e traduzir em conteúdo informativo. No caso da Maria, ela mesma sugeriu que eu a citasse, mas isso não será obrigatório. Portanto, estão abertas as portas da Gentileza Virtual em forma de conteúdo produzido colaborativamente com base nas suas experiências. Vem!!

Se identificou com a Maria e curtiu os conselhos para ajudar a resolver a dificuldade em receber elogios? Compartilhe nos comentários sua opinião e vamos juntos produzir conteúdo autêntico e com propósito.

Sobre o autor Veja todos os posts

Laíze Damasceno

Meu propósito é inspirar, emocionar e tocar o coração das pessoas. Ajudo empreendedores a conquistarem a confiança dos clientes sendo mais gentis no ambiente virtual. Com um método autoral e um plano descomplicado de rápida implementação, auxilio na construção de marcas autênticas, gentis, humanizadas e com propósito.