O que fazer para as pessoas terem confiança virtual na sua marca

Tempo de leitura: 6 minutos

Nenhuma marca sobrevive se não tiver pessoas que confiam em seus produtos, serviços e, mais importante ainda, no que ela comunica. Pense por alguns minutos em tudo o que você que adquire e consome e que também indica diariamente para outras pessoas. Provavelmente faz isso por que confia. É claro que há exceções no mercado que nos forçam a pagar por determinados serviços por falta de opção, por exemplo.

Durante alguns anos eu venho refletindo, observando e estudando sobre CONFIANÇA. Eu poderia dizer que essa palavra é mágica, ainda mais se tratando de comunicação e relações virtuais. Realmente acho incrível fechar negócios com clientes de tudo quanto é lugar sem nunca antes termos nos encontrado presencialmente. Sabe quando a negociação flui bem e praticamente tudo se acerta pelo whatsapp? Para mim esse é um exemplo perfeito de confiança virtual, tanto da parte do cliente para comigo quanto de mim em relação ao cliente.

Quer que os seus clientes confiem na sua marca? Faça por onde e, antes, confie neles.

Bom, neste sentido, vou compartilhar com você algumas práticas minhas que eu acredito que são cruciais na construção da confiança usando as mídias digitais.

1. Nunca negocie a verdade

Tudo o que você fala, envia e publica ajuda a impulsionar sua reputação. Por mais que você não consiga mensurar isso, tenha certeza de que cada e-mail bem respondido e com o tom certo que mostre o quão verdadeiro você é, faz toda diferença para o seu público. Mas, se o seu conteúdo e o seu discurso não forem honestos, também tenha certeza de que você está aos poucos derrubando a sua própria reputação, ou sequer conseguindo construir uma.

Por isso, seja verdadeiro e claro na sua comunicação com o público e no contato direto com cada cliente. Lembre-se de quantas vezes você, enquanto cliente, já foi enganado por empresas. É um sentimento horrível, né? Dá muita raiva e em alguns caso até vontade de chorar. Traz aquela sensação de impotência. Pois então, coloque-se no lugar do seu cliente, aja com integridade e nunca negocie a verdade.

2. Humanize seu marketing e atendimento

Pode parecer redundante. Porém, fato é que muitas marcas acabam esquecendo que estão falando com seres humanos e que esses seres humanos também querem falar com outros seres humanos. Eles têm “dores”, necessidades e desejos que não podem e nem devem ser ignorados. Não se esconda atrás das telas da internet. Nem trabalhe nela de maneira fria e robótica. Nas suas interações online seja humano como você realmente é. Mostre preocupação real com as dúvidas dos clientes e esteja disposto a ajudar.

. Como você agiria se estivesse frente a frente com esta pessoa?

. Como você conversa com as pessoas presencialmente?

. Olha nos olhos ou fica pendurado no smartphone durante uma conversa?

. Responde com atenção durante uma reunião ou dá as costas e sai andando?

. Quando se despede, dá um abraço e diz “tchau” ou “até mais” ou diz “Att”?

Essas e outras perguntas podem te ajudar a encontrar as respostas e trazer a sua essência para o ambiente virtual. Em síntese, fale como se estivesse conversando pessoalmente com as pessoas e entenda que elas têm sentimentos como você.

“O homem estará novamente no centro do jogo. Esse movimento já teve um início com grandes marcas, colocando o respeito com o ser humano e suas diferenças no centro das campanhas, da atenção para a inclusão”.

(Jean-Christophe Bonis, sócio-fundador da Oxymore)

3. Mostre a cara nos vídeos

Vídeos são incríveis para conquistar as pessoas na internet. Com eles você pode literalmente mostrar a sua cara e trazer a sensação do olho no olho. Eu tenho clientes de cidades como Rio de Janeiro, Niterói, Salvador e Maceió, e alguns deles eu nem conhecia pessoalmente. Tenho certeza de que o vídeo me ajuda bastante a passar credibilidade.

Você pode fazer isso criando vídeos com dicas, webinários, palestras, mostrando seus bastidores, além de realizar suas reuniões por vídeo conferência por meio de ferramentas como Skype, Hangouts do Google ou Zoom. Quanto mais o seu cliente te ver, mais ele te conhece, e quanto mais as pessoas se conhecem e se identificam, mais elas estabelecem uma relação de confiança.

4. Seja determinado e constante

Quanto mais você se compromete e cumpre com a sua palavra, mais o seu público também se comprometerá com você/ sua marca. Já viu aquelas “séries de conteúdo” que morrem na segunda publicação? Um verdadeiro tiro no pé! Portanto, tenha constância no seu conteúdo, seja ele em vídeo, artigo, trilhas de e-mails, dicas em post etc. Mostre para seus seguidores que você se prepara com prazer para oferecer informações de qualidade.

Se você abandona o barco, quem é que vai querer ficar lá afundando sozinho? Não importa a quantidade de conteúdo que você pode publicar. O que vale é o seu compromisso e periodicidade. Se você vai escrever um artigo por mês, cumpra com isso e faça o melhor artigo que você puder! Escolha um dia e publique. Por exemplo: todo dia 5 do mês. Eu, por exemplo, escolhi a terça-feira para publicar um artigo semanal no Linkedin durante todo o ano de 2017. Estou cumprindo e colhendo resultados.

5. Não deixe seus clientes sem retorno

Esse é um dos erros mais primários e mais comuns que acontecem na internet. Quando as pessoas entram em contato com você é porque buscam as soluções que sua marca oferece ou querem respostas para alguma dúvida. [Não me refiro obviamente a spam e e-mails sem noção]. Deixar o cliente sem retorno é um erro grave e que faz com que você perca toda a confiança que conquistou até aquele momento. Por isso, dê atenção aos e-mails, comentários, mensagens das suas redes sociais e demais meios de contato que utiliza. Uma falta de retorno em um momento de crise, por exemplo, pode detonar a reputação online do seu negócio. Fique atento.

Essas são algumas práticas que tenho em minha estratégia de marketing de relacionamento, e gostaria de saber de você: como você tem conquistado a confiança virtual das pessoas? Compartilhe nos comentários!

Um grande abraço. Até logo!!!

Comments

comments