entrevista sobre como PhisX pratica Gentileza

Gentileza. Talvez você pense que este seja um atributo raro no meio da tecnologia.

Em um primeiro momento eu pensava não ser tão possível falar de Gentileza e humanização entre profissionais de tecnologia.

Confesso que eu generalizava e acreditava que o pessoal de TI não estaria muito interessado em discutir sobre essas coisas que a minha turma de comunicação gosta. rs. Mas, para minha alegria eu tive uma bela surpresa.

Mas, esta entrevista mostra que existe uma geração de CEO’s conscientes sobre a importância de priorizar o relacionamento.

Entrevistei o querido Pedro Ivo Lima, CEO da startup PhishX, para falarmos sobre como uma empresa de tecnologia pode ser mais humanizada por meio da Gentileza estratégica no relacionamento com o cliente.

PHISHX

A PhishX é uma plataforma SaaS (forma de oferecer soluções de tecnologia como serviço via internet) para conscientização de segurança. Ela simula cyber ameaças, treina pessoas e mensura resultados reduzindo os riscos em Cybersegurança para pessoas e empresas.

O papo foi delicioso! Ele simplesmente deu um show de visão sobre humanização e gentileza no relacionamento com o cliente. Além disso, ele também dá ótimas dicas para novos empreendedores!

Gentileza

“Pode até parecer, mas B2B não é relação fria. Eu costumo dizer que empresas pagam a conta, mas quem compra são as pessoas. Então, a nossa relação é muito próxima com todos os interlocutores que a gente tem que executar reuniões, demonstrações e convencer internamente sobre o aspecto que a nossa solução atende, ajuda a resolver o problema de Cybersecurity das empresas”, explica Pedro Ivo.

Ele conta também que a interação é totalmente humana, “que a gente costuma chamar de high-touch. Realmente a gente precisa estar muito próximo e interagir, tanto via videoconferência, quanto via e-mail, também presencial, enfim, uma série de formas que a gente utiliza hoje para poder estar próximo do cliente. Primeiro, porque temos que estabelecer o primeiro rapport, a gente tem que ter ali uma geração de empatia inicial muito assertiva, para depois a gente passar para um processo de credibilidade que vai consequentemente gerar confiança naquela relação. Então, de longe, a questão de ser uma venda B2B, nada tem a ver com uma venda fria, muito pelo contrário. É uma venda que é feita muito próxima e realmente depende muito da interação com pessoas”, destaca o CEO.

Assista a entrevista na íntegra e saiba como Pedro Ivo e sua empresa vêm praticando o Marketing de Gentileza junto aos clientes.

Gostou da entrevista? Comente e compartilhe com a sua rede.

Sobre o autor Veja todos os posts

Laíze Damasceno

Meu propósito é inspirar, emocionar e tocar o coração das pessoas. Acredito que Marketing não é apenas sobre marcas, serviços, produtos ou eventos. É sobre relações humanas. Sou fundadora do blog e autora do livro Marketing de Gentileza. Sou Jornalista, pós-graduada em Comunicação Corporativa, diretora da Angorá Comunicação, palestrante e Coach formada pela SLAC.